OFICINAS SEMANAIS para CRIANÇAS E ADOLESCENTES

                                     - DE 3 A 14 ANOS -

 

Espaço complementar à escola, 

o Atelier permite que a criança expresse sua criatividade

e atenda todos os planos de seu ser:

além do intelectual, o físico e o emocional. 

 

                    LIVRE ESCOLHA DE ATIVIDADES

EXPRESSÃO ARTÍSTICA com argila, gesso, tintas, fios, papel, etc.

TÉCNICAS ARTESANAIS: velas, origami, mosaico, tecelagem, etc.

                     BRINCADEIRAS, JOGOS, CULINÁRIA…

 

Grupinhos de 8/10 crianças no máximo. 

 

OFICINAS REGULARES

Quintas-feiras, das 14:30 às 16:30 (início dia 2 de março)

E/OU

Terças-feiras das 9:00 às 11:00 (início dia 14  de março)

Organização: Céline Lorthiois

Local: Cond SP 2, Granja Viana, COTIA

 

OFICINAS ESPECIAIS

NÁS FÉRIAS, 4 OFICINAS!  PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE 3 A 14 ANOS

em 4 terças consecutivas, nos dias 24 e 31/1; 7 e 14/2, das 14:30 às 17:00h.

Valor: R$ 300,00  (R$ 250,00 para irmãos e frequentadores das oficinas regulares.)

 

É possível participar de oficinas avulsas.

 

Saiba mais sobre o Atelier Fazer e Ser:

- veja artigo abaixo;

- http://pedagogiaprofundajungnaeducacao.blogspot.com

- Facebook: https://www.facebook.com/atelierfazereser/

 

Inscrições antecipadas e informações:

por e-mail: [email protected]

ou entre em contato com

Amandine: (11) 99540-5553 / Céline: (11) 99701-8616 / 

(11) 4702 4329 

                                                                                                                    

APRESENTAÇÃO DO ATELIER FAZER E SER

 

O Atelier é um espaço complementar à escola, onde são aplicados os princípios da Pedagogia Profunda.

 

Idealizada por Céline Lorthiois, a Pedagogia Profunda, para suprir carências de propostas educacionais atuais, busca estreitar os vínculos entre a Educação e a Psicologia. No caso, a Psicologia Analítica, de Carl Gustav Jung, que comporta o ser humano na sua integridade.

 

A Pedagogia Profunda propõe uma educação com alma. Para incluir a alma da criança no espaço educacional, consideramos os desejos, os sonhos, os sentimentos da criança, tecemos com ela um verdadeiro diálogo e abrimos espaço para a manifestação de seus entusiasmos.

 

“O propósito da Pedagogia Profunda não é a performance, é a verdade. É zelar para que cada educando possa desenvolver o talento de ser ele mesmo.”[1]

 

Nosso zelo é voltado para a integridade psíquica da criança mais do que para a aprendizagem, pois a saúde psicológica da criança constitui o fundamento seguro de aprendizagens autênticas. Assim, de acordo com o embasamento junguiano da Pedagogia Profunda, ao invés de tentarmos entender por que uma criança age de tal maneira e não de outra, nos preocupamos em compreender para que ela tem tal comportamento. O comportamento da criança não tem apenas uma causa, ele tem um propósito.

 

Acreditamos que “a compreensão, pelo educador, do caráter sensato de comportamentos infantis inesperados, ou seja, da direção e dos propósitos desses comportamentos, possibilita o crescimento sadio da criança.”[2] Nesse sentido, o educador tem papel fundamental e é um diferencial nesse trabalho.

 

“Sabemos que o educador deve esquecer qualquer pretensão de interferir de maneira prepotente e violenta no processo da criança, pois ele nunca saberá ao certo o que é bom e o que não é para cada criança – só ela sabe. Mas sabemos também que podemos exercitar muito humildemente a habilidade de observar com atenção, e isso com a reserva e a distância de quem abriu mão de certezas e expectativas (e sem trocar certezas por dúvidas, mas suportando o espaço vazio…).”[3]

 

O educador do Atelier Fazer e Ser trabalha incessantemente em prol de seu próprio processo de autoconhecimento, permitindo o desenvolvimento de sua personalidade, e evitando que ele projete seus temores, necessidades e insatisfações no educando. Assim, fica facilitado à criança o acesso à suas próprias necessidades, o conhecimento de suas características e a realização de suas metas.

 

Além disso, trabalhando em prol de seu autoconhecimento, o educador da Pedagogia Profunda passa a “acessar uma sabedoria interna, a utilizar os recursos da sua intuição, assim como de suas funções de sensação, intelecto e sentimento, desenvolvidas e aguçadas pelo conhecimento teórico, pela prática do trabalho com a matéria, os trabalhos corporais e as danças circulares.”[4]

 

No Atelier, a subjetividade da criança se manifesta através do jogo, da brincadeira, do trabalho manual e corporal. Expressando sua criatividade, a criança atende todos os planos de seu ser: além do intelectual, o físico e o emocional.

 

Podendo optar entre atividades de expressão artística como argila, gesso, pintura, desenho; técnicas artesanais como velas, origami, mosaico, tecelagem; brincadeiras e jogos diversos, a criança tem a liberdade de escolher aquilo que fará sentido para ela naquele momento, pois: “ela sabe exigir dela mesma aquilo que a desafia no momento, e que constitui a sua tarefa.”[5]

 

Assim, no brincar, na liberdade de buscar o que deseja, confiante, e por estar em um ambiente acolhedor que a compreende, a criança se descobre e se centra.

 

Para saber mais sobre a Pedagogia Profunda:

Facebook: https://www.facebook.com/pedagogia.profunda

LORTHIOIS, C. O Educador, Princípio da Pedagogia Profunda! – Palestra no Igovsp InovaDay, outubro de 2014: https://www.youtube.com/watch?v=hjABC8LwNGo  https://www.youtube.com/watch?v=0GSsLEDGpME  (O 2o link é do debate que foi realizado em seguida. Alternam perguntas para o Ernesto sobre uso de dados, e para Céline, sobre a Pedagogia Profunda)

LORTHIOIS, C. Os toques sutis na educação – Um re-ligar do corpo com a cabeça. In SPACCAQUERCHE, M. E. (Org.) Corpo em Jung. São Paulo: Vetor, 2012. p. 105-116.

LORTHIOIS, C. Educação, Arte e a Cultura da Amamentação – Encontro Nacional de Aleitamento Materno – ENAM, 11 e Encontro Nacional de Alimentação Complementar Saudável – ENACS, 1, 2010, Santos, SP. <http://www.ibfan.org.br/documentos/outras/doc-486.pdf >

LORTHIOIS, C. Exercícios de Pedagogia Profunda – Uma inclusão da Alma na Educação. São Paulo: Ed. Paulus, 2008.

LORTHIOIS, C. Pedagogia Profunda. Por quê? Para quê? Como? Hermes, vol. 12, p.96-105, 2007.

LORTHIOIS, C. Aplicação Indireta de Trabalhos Corporais em Crianças e Adolescentes. Hermes, vol. 10, p. 26-33, 2005.

LORTHIOIS, C. Danças Circulares Sagradas – A Graça da Roda. Mar. 2005, Centro de Estudos Universais da Universidade Anhembi Morumbi, <http://www2.anhembi.br/dancascirculares/dancas_sagradas.htm>

LORTHIOIS, C. As Danças Circulares na Roda da Vida. In: RAMOS, R. (Org.) Danças Circulares Sagradas. Uma Proposta de Educação e cura. São Paulo: Triom, 1998. p. 28-41.

LORTHIOIS, C. Educação: um Exercício do Olhar. Hermes, v. 1, p. 40-43. 1996. 

HAMER, B. Amoras e Jabuticaba: Raízes e Frutos de uma Pedagogia Profunda para Todos: http://www2.fc.unesp.br/Bibliote…/DetalhaDocumentoAction.do…

 

Para saber mais sobre o Atelier Fazer e Ser:

Blog: https://www.atelierfazereser.wordpress.com/

Facebook: https://www.facebook.com/atelierfazereser?ref=hl


 

[1] LORTHIOIS, C. Exercícios de Pedagogia Profunda – Uma Inclusão da Alma na Educação. 

[2] LORTHIOIS, C. O Educador, Princípio da Pedagogia Profunda!

[3] Id., ibid.

[4] LORTHIOIS, C. O Educador, Princípio da Pedagogia Profunda!

[5] Id., ibid.

HAMER, B. Amoras e Jabuticaba: Raízes e Frutos de uma Pedagogia Profunda para Todos.

Leave a Reply

Atelier Fazer e Ser

Facebook:
Atelier Fazer e Ser
Céline Lorthiois
Pedagogia Profunda